Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Estudante relata ameaça e tem carro depredado na UFPB

Uma estudante da Universidade Federal da Paraíba relatou à polícia que sofreu ameaças e teve o carro dela depredado durante uma briga de trânsito ocorrida em uma das entradas do Campus I da instituição, no bairro Castelo Branco, na Zona Leste de João Pessoa, na manhã desta quarta-feira (25).

De acordo com depoimento da vítima registrado pela polícia, conduzindo um Volkswagen Gol pela faixa da direita na rotatória que dá acesso à entrada da Reitoria da UFPB, a estudante acionou a seta do veículo indicando que entraria na universidade. Nesse momento, um motorista que conduzia uma Ford Ranger pela faixa da esquerda, na mesma rotatória, teria tentado acessar a via que fica à direita e seguir trafegando pelo bairro. Ele, então teria dado uma ‘fechada’ no carro da jovem e não seguiu o caminho que teria pretendido.

Segundo ela, o homem teria se achado com a razão no caso e, ‘cantando pneu’, passou a persegui-la até a entrada do campus, onde deixou a caminhonete atravessada, bloqueando as duas faixas da entrada da UFPB. Conforme relato da estudante, o homem desceu do carro e passou a xingá-la e a esmurrar o carro dela, ameaçando também agredi-la fisicamente.

Em seguida, também conforme o registro da polícia, o agressor quebrou o limpador do Gol e o utilizou como instrumento para bater no carro da garota, chegando a quebrar o para-brisa deste, dentre outros danos. Acuada, a estudante contou que desceu do carro e um amigo dela, que a acompanhava, impediu que o homem a agredisse.

O relato da jovem indica ainda que seguranças da UFPB também tentaram conter o agressor, que acabou fugindo do local conduzindo a Ford Ranger. Através das redes sociais, a estudante informou que prestou queixa contra o homem por ameaça, fez perícia no carro e que irá abrir processo por dano.

Outras ocorrências na UFPB

A UFPB foi palco de outros fatos criminosos neste mês de julho. Alunos do Centro de Educação e da Central de Aulas da instituição foram vítimas de um arrastão no dia 18. De acordo com alguns estudantes, a atuação de criminosos ocorreu dentro de sala de aula e também em paradas de ônibus do Campus I. A prefeitura da instituição encaminhou nota à imprensa através da qual só confirmou o crime em uma sala de aula.

Já nesse domingo (22), um estudante foi preso suspeito de tráfico de drogas na universidade. Ele teve prisão mantida na tarde dessa segunda-feira (23), após audiência de custódia no fórum criminal de João Pessoa, e foi encaminhado para uma penitenciária da cidade. Uma mulher envolvida no caso foi liberada, mas vai responder a um processo na Justiça e deve usar uma tornozeleira eletrônica.

Na UFPB também há relatos de casos de abuso sexual. Atualmente, já há cinco processos de sindicância abertos para apurar esses crimes na universidade. A informação é da professora doutora e coordenadora do Fórum de Mulheres em Luta da UFPB, Nívia Pereira. Segundo ela, essa é uma realidade enfrentada diariamente por mulheres que trabalham ou estudam na UFPB, em todos os campi. Porém, ela afirma que o que ocorre na instituição de ensino é um retrato da sociedade como um todo.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.