Moeda: Clima: Marés:
Início Justiça

Exumação de Emílio Santiago vai definir futuro de herança milionária

Na lista, existem pelo menos quatro pessoas que podem se beneficiar de uma quantia avaliada em R$ 80 milhões
Emílio Santiago (Foto: Reprodução/Instagram)

Oito anos depois da morte de Emílio Santiago, uma herança estimada em R$ 80 milhões deixada pelo cantor virou alvo de uma briga judicial.

Nela, disputam Aleksander Nunes, que desde 2013 tenta o reconhecimento como filho do cantor; um homem chamado Márcio Tadeu Francisco, professor universitário que conseguiu na Justiça o reconhecimento da união estável com o artista; a copeira Hercília Santiago, que diz ser irmã biológica do cantor; e Sandra Regina, que também alega ser filha de Emílio.

As informações foram confirmadas ao R7 pela advogada de Aleksander, Hilzanira Cantanhede. De acordo com a publicação, a Justiça autorizou a exumação do corpo do cantor para a realização de teste de DNA. O R7 conseguiu conversar com Aleksander Nunes sobre o procedimento de desenterrar os restos mortais do cantor.

“Eu não sei exatamente ainda precisar uma data, mas com certeza não deve demorar muito, assim espero que aconteça. Já são oito anos de espera. Minha expectativa é como a de uma parte interessada, que isso se resolva o quanto antes, para que acabe logo isso e as pessoas possam me deixar um pouco mais tranquilo”, disse.

“Eu ainda acredito que isso deve ser um pontapé inicial de uma grande descoberta. Acredito que isso acabe com a suspeita de muita gente e venha trazer para mim um pouco de paz, não no âmbito financeiro, não. Mas tranquilidade no meu dia a dia”, acrescentou.

Aleksander contou ainda que chegou a conhecer Emílio Santiago. “Chegamos a nos conhecer, sim. Só que não tivemos aquela relação que todos esperavam que tivéssemos. Não tinha uma relação de pai e filho de fato, mas existia, sim, a possibilidade de existir uma proximidade. Eu nunca perguntei sobre teste de DNA para ele. Nunca falamos sobre isso. Mas eu sempre tive a certeza de uma certeza de que me foi passado, e ele com certeza também, porque senão ele também teria pedido o DNA”, afirmou.

De acordo com a jornalista Fabíola Reipert, da A Hora da Venenosa, além dos direitos autorais e outros bens, Emílio Santiago deixou um apartamento em Nova York e um no Leblon, no Rio de Janeiro.

O R7 procurou Márcio Tadeu Francisco, Hercília Santiago e Sandra Regina para comentar o caso, mas até o fechamento da matéria os três não foram localizados.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.