Início Notícias

Governo federal reajusta Bolsa Família em 5,67%

O governo federal reajustou nesta sexta (1º) o valor do benefício do Bolsa Família. A medida já havia sido anunciada pelo presidente Michel Temer em abril. De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o reajuste é de 5,67% no valor do benefício médio. Com a alteração, o valor passará de R$ 177,71 para uma quantia estimada em R$ 187,79. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira.

Leia também: Ainda há 30 mil kits de TV digital grátis disponíveis na PB

O reajuste autorizado para o programa é maior que a inflação acumulada de julho de 2016 a março de 2018, que foi 4,01%. Segundo o governo, a suplementação orçamentária para este ano, para cumprir o reajuste, será de R$ 684 milhões.

Como funciona o programa

O programa de transferência de renda atende famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza, com renda familiar mensal per capita de até R$ 178 e R$ 89 respectivamente.

Além da complementação de renda, o programa garante acesso a direitos como educação, saúde e assistência social, e articulação com outras ações visando o desenvolvimento das famílias beneficiárias.

As famílias interessadas em entrar no programa devem se inscrever no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. O cadastramento pode ser feito nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) ou na gestão municipal do Bolsa Família e do Cadastro Único.

Atualmente, o programa transfere recursos a 13,7 milhões de famílias em todos os municípios do Brasil.

Comentários

  • Carlos disse:

    Esse aumento na verdade, é uma tática do governo para manter a população mais carente longe das agitações que ocorrem no cenário nacional, onde só se fala em crise! Será? “Quem já ouviu falar na política do pão e circo usado pelos imperadores romanos para dissimular a população para não enxergar o luxo e a corrupção no império. A manobra da Bolsa Família no Brasil tem levado a reeleição de muitos corruptos ao poder! A Bolsa é justa? sim! Mas tem servido para fins eleitoreiros até o momento, pois é uma tentativa de cegar a população mais desfavorecidas a não engrossar as fileiras dos mivimentos de contestação aos governos!
    O governo aumenta de um lado e pune de outro! Os aumentos abusivos de impostos no Brasil, torna a vida do trabalhador brasileiro um inferno. Salário mínimo no Brasil é atestado de pobreza (aqueles que ainda possui um trabalho). qualquer cidadão se fizer as contas, 1/3 de seu sal´rio é para impostos (água, luz, alimentos, entre outros) e o que sobra para se vestir, para o lazer e principalmente para saúde (…) nada!
    Há muito tempo, li um texto de um jornalista muito famoso no Brasil que indagava no seu texto: “Quem é mais rico: o brasileiro ou o americano?” E justamente ele defendia que por incrível que pareça, OS BRASILEIROS SÃO MAIS RICOS, pois podem suportar impostos abusivos de todos os tipos, pagar o luxo e as despesas de juízes e políticos, além da corrupção no país! Viva para os brasileiros! Viva!!!

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.