Início Política

Lei do personal trainer muda realidade de profissionais de educação física

A Lei 10.774/2016, de autoria da deputada estadual Camila Toscano (PSDB), mudou a realidade dos profissionais de educação física. A propositura garante aos profissionais, que prestam seus serviços como personal trainer, acesso livre às academias para acompanhar seus clientes. O Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região – Paraíba (CREF10/PB) destacou que após a lei, não foram registrados mais problemas em relação a proibição do acesso de personal.

Neste domingo (1º), Dia do Profissional de Educação Física, Camila destacou que a lei está em vigor no Estado há três anos e beneficia os 6.620 profissionais de Educação Física registrados Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região – Paraíba.

“Foi uma conquista da categoria que, junto conosco na Assembleia Legislativa essa Lei que resguarda um direito do profissional de Educação Física de acompanhar seus clientes na sua atividade rotineira de exercícios. E neste domingo parabenizo todos os profissionais do nosso Estado pelo profissionalismo e dedicação a profissão”, destacou a Camila.

O personal Rômulo Medeiros disse que a Lei garante mais tranquilidade na execução do trabalho junto aos alunos nas academias. “Foi uma ação importante para nós que atuamos nessa área. Com a Lei da deputada Camila Toscano podemos garantir um trabalho ainda mais eficaz com o acesso livre nas academias. Nosso trabalho melhorou muito nesses últimos três anos”, destacou.

Direito

Hoje, com a Lei, os usuários de academias de ginástica, devidamente matriculados, podem ingressar nestes estabelecimentos acompanhados por profissionais particulares de educação física, devidamente registrados no Conselho Regional de Educação Física, portando a cédula de identidade profissional.

Camila Toscano explicou ainda que o livre acesso é apenas para orientar e coordenar as atividades de seu cliente. “As academias de ginástica não poderão cobrar custos extras dos alunos nem dos profissionais de educação física para o desenvolvimento das atividades”, esclareceu.

Comentários

  • Tania disse:

    Lei ridícula, claramente usando do poder para benefício próprio. Pensando dessa maneira, quando o personal fazer merda dentro da academia, que não recaia a responsabilidade sobre o estabelecimento!

  • gregorio disse:

    a lei é interessante, não sei se justa!!!! pois o profissional que abre academia que tambem deve ser profissional da área alem de todo investimento, alvará, licença ambiental entro outros impostos, ainda tem diário manutenção do equipamento, luz pra pagar! assim acredito que todos devem ter responsabilidade, e a conta deve ter sim mesmo pequena ajuda de manuntenção pelo uso! pois em nenhuma outra profissão funciona assim” imagina um dentista por exemplo!

  • Jimmie disse:

    Em salvador não é liberado.
    Precisa chegar aqui urgente.

  • Rildo Cabral disse:

    Espero que chegue logo aqui no Rio grande do sul.

    • DIRSON LUIZ ROHDEN disse:

      Muito fácil! Dê o exemplo! Abra uma academia e permita que os Personal Trainers atendam sem custo para eles.

  • Rildo Cabral disse:

    Achei notável essa conquista aí no seu estado e gostaria que todos os estados conquistem esse direito de trabalhar sem ter que pagar por isso. Agradeço e parabenizo sua conquista .
    Um grande abraço.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.