Anuário da Segurança

Economia

#SouRepórterCorreio

TV Correio

Julian
Tárcio Pessoa (esquerda) foi indicado pelo deputado Julian Lemos (Foto: Divulgação)

Nomeação de Tárcio é cancelada e Julian nega atrito com Bolsonaro

Tárcio Pessoa foi indicado pelo parlamentar paraibano para compor a equipe do Governo Federal

420
COMPARTILHE

O deputado federal, Julian Lemos (PSL-PB), negou, nesta terça-feira (5), que a portaria tornando sem efeito a nomeação de Tárcio Pessoa para a Secretaria-Executiva do Ministério do Turismo tenha sido motivada por um pedido do filho do presidente Bolsonaro, Carlos Bolsonaro. Tárcio foi indicado pelo parlamentar para compor a equipe do Governo Federal.

Leia também: Moro nega que projeto de lei anticrime signifique licença para matar

De acordo com Julian, isso não passa de um factoide e garantiu que o cancelamento da nomeação de Tárcio se deu porque ele estaria sendo ‘subutilizado’ na Pasta e que o mesmo será remanejado. “Tárcio tem um grande currículo, inclusive para ser ministro”, comentou.

Tárcio foi nomeado em 25 de janeiro

A nomeação de Tárcio Pessoa foi assinada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e constou na edição do dia 25 de janeiro do Diário Oficial da União (D.O.U); veja aqui.

Na hierarquia, a função figura como a terceira mais importante da Pasta, sendo o detentor do cargo o substituto imediato do secretário executivo Daniel Diniz Nepomuceno e do ministro Marcelo Álvaro Antônio.

 

Definição em comissões

Em contato com o Portal Correio, Julian Lemos revelou que deverá integrar algumas comissões temáticas da Câmara dos Deputados. Ele disse que as articulações ainda estão em curso, e que em breve a composição deverá ser anunciada. “Particularmente tenho interesse em fazer parte da CCJ, da Comissão de Segurança e da Direitos Humanos, mas isso ainda está sendo discutido”, arrematou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas