Moeda: Clima: Marés:
Início Política

Indicado por Lemos, paraibano é nomeado no governo Bolsonaro

O paraibano Tárcio Handel Pessoa foi nomeado para o cargo de secretário adjunto da Secretaria Executiva de Turismo do Ministério do Turismo. A nomeação é assinada pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, e consta na edição dessa sexta-feira (25) do Diário Oficial da União (D.O.U); veja aqui.

Na hierarquia, Handel será a terceira pessoa mais importante da Pasta, sendo o substituto imediato do secretário executivo Daniel Diniz Nepomuceno e do ministro Marcelo Álvaro Antônio.

Segundo Handel, a nomeação demorou mais que o normal para ocorrer porque a Casa Civil está “engarrafada” com critérios que são pesados e estão sob rígido pente fino. “Minha função é gerir as estratégias do Ministério. Faço o barco andar”, disse ele ao Portal Correio.

Ele explicou que, na nova estrutura do Governo Federal, criou-se o secretário executivo adjunto em todos os ministérios para que o secretário executivo atue próximo do ministro e o adjunto seja a ligação entre a gestão estratégica e a articulação política do gabinete ministerial.

“Estou focado do desenvolvimento econômico. A meta é transformar o Brasil na maior economia turística da América latina, saindo de 2,5% do PIB para 10%”, afirmou.

O deputado federal eleito Julian Lemos (PSL-PB) disse que Tárcio representa a força da Paraíba no governo Bolsonaro. Tárcio Handel foi indicado por Lemos, que confia no perfil do novo membro do governo. “Ele é técnico, altamente capacitado e competente para exercer qualquer cargo nos ministérios nas áreas de gestão, planejamento e desenvolvimento econômico e turismo com larga experiência”, disse Julian Lemos.

Perfil

Tárcio Handel da Silva Pessoa Rodrigues é advogado, com especialidade em direito fiscal e tributário. Natural de Cuité-PB, ele é mestrando em Direito e Desenvolvimento Sustentável, já esteve à frente da direção de Economia e Finanças do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) e também foi Secretário de Planejamento, Orçamento, Gestão e Finanças no governo Ricardo Coutinho.

A secretaria

Cabe à Secretaria-Executiva o auxílio ao ministro de Estado do Turismo na definição de diretrizes e políticas que integrarão a Política Nacional de Turismo, seguindo as diretrizes do Conselho Nacional de Turismo. Além disso, também é responsável pela supervisão e coordenação das atividades das secretarias que integram a estrutura do Ministério do Turismo, bem como da Embratur.

No Ministério do Turismo, a Secretaria-Executiva também produz estatísticas, estudo econômicos e indicadores para subsidiar a elaboração, implantação e monitoramento das políticas públicas de turismo.

*Com informações de Adriana Rodrigues, do jornal CORREIO

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.