João Pessoa

Turismo

#SouRepórterCorreio

TV Correio

Pizzarias
Fiscalização se concentrou em estabelecimentos da Zona Leste da Capital (Foto: Reprodução/MPPB)

Duas pizzarias são interditadas durante fiscalização na Capital

Segundo o promotor de Justiça Francisco Glauberto Bezerra, o objetivo do trabalho foi garantir a segurança alimentar da população

75
COMPARTILHE

Foram interditadas por irregularidades sanitárias, na noite desta quarta-feira (10), duas pizzarias alvos de uma fiscalização coordenada pelo Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba (MP-Procon), na Zona Leste de João Pessoa. Uma delas também apresentava problemas trabalhistas e junto à Receita Estadual. Participaram da inspeção representantes do MPPB, do Ministério Público do Trabalho (MPT), profissionais da Vigilância Sanitária do Município de João Pessoa, da Secretaria da Receita Estadual (SER-PB), do Corpo de Bombeiros e das Polícias Civil e Militar.

Interdições

Foram interditadas as pizzarias ‘Guimarães’ – unidade Bessa e ‘Super Hero’, localizada no bairro Jardim Oceania. Na primeira, a equipe de fiscalização se deparou com irregularidades de ordem trabalhista, já que havia funcionários trabalhando sem carteira assinada e sem equipamentos de segurança e uniforme, por exemplo. Também foram constatadas irregularidades pela Receita Estadual, Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária, dentre elas, a ausência de inscrição junto à SER-PB, o fato de não emitir nota fiscal, não possuir maquinetas regularizadas e ter contabilidade paralela. A secretaria interditou o local e deu prazo de cinco dias para que o responsável regularize a situação.

A pizzaria também foi autuada e interditada pela Vigilância Sanitária, que identificou diversas irregularidades estruturais (como infiltrações no teto e paredes, ausência de revestimento nas bancadas, de vedação nos ralos e de lavatório para mãos, oxidação em geladeiras e freezers) e más práticas (como a ausência de local adequado para acondicionar os alimentos e de área para refrigeração adequada dos produtos, equipamentos mal higienizados e funcionários sem uniformes, por exemplo). Também foram encontrados alimentos fracionados (queijo, presunto) sem informação do fabricante, fracionamento e sem prazo de validade

O Corpo de Bombeiros, por sua vez, verificou que o certificado emitido pelo próprio órgão está cassado, devido à modificação no layout da disposição dos preventivos contra incêndio. Também foram encontrados extintores vazios, fiação exposta próximo de materiais de combustível e botijões de gás de cozinha armazenados em locais inadequados.

A pizzaria ‘Super Hero’ também foi interditada pela Vigilância Sanitária devido a más condições de higiene e à ausência de certificado emitido pelo órgão. No local foram encontrados insetos (no caso, baratas) e problemas como ausência de revestimento na área de manipulação de alimentos.

Um terceiro estabelecimento, a pizzaria ‘Pimenta Nativa’, localizada no bairro Jardim Oceania, também foi inspecionado. Lá não foram encontradas irregularidades.

A redação do Portal Correio tentou falar com representantes das pizzarias interditadas, mas não foi possível se estabelecer contato até o fechamento desta matéria.

Objetivo da ação

O objetivo do trabalho, segundo o promotor de Justiça de Defesa do Consumidor e diretor do MP-Procon, Francisco Glauberto Bezerra, foi garantir a segurança alimentar da população.

“Hoje, demos continuidade ao Programa de Prevenção a Acidentes de Consumo, que faz parte do planejamento estratégico do MP-Procon, autorizado pelo procurador-geral de Justiça. Tivemos o apoio do MPT, através de contato feito com o procurador-geral do Trabalho. A ideia é proteger o consumidor de todas as formas e também o trabalhador. A parceria com o MPT e com o Fisco se completam e continuam. Esse é um trabalho permanente”, disse.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas