Moeda: Clima: Marés:
Início Serviços

Prefeitura de Campina Grande poderá intervir contra suspensão de linhas de ônibus

Prefeito Bruno Cunha Lima disse nesta segunda-feira (9), em entrevista coletiva, que uma das possibilidades também é a contratação emergencial de empresas
Ônibus, Campina Grande, Integração, Linhas de ônibus
Ônibus em Campina Grande (Foto: Divulgação/Codecom-CG(

A Prefeitura de Campina Grande poderá intervir total ou parcialmente no funcionamento do sistema de transporte da cidade para garantir a operação de quatro linhas de ônibus suspensas no fim de semana. O prefeito Bruno Cunha Lima disse nesta segunda-feira (9), em entrevista coletiva, que uma das possibilidades também é a contratação emergencial de empresas.

A suspensão das linhas 903-B, 910, 902 e 955, que ligam Campina Grande aos distritos de São José da Mata, Jenipapo, Estreito-Salgadinho e Galante, foi anunciada na quinta-feira (5) e ocorreu no sábado (7), mesmo após uma liminar da Justiça obrigar que o serviço fosse mantido.

As empresas alegam que a remuneração tarifária não cobre os custos da operação dos ônibus, tornando insustentável a prestação do serviço, mas o presidente do sindicato da categoria, Anchieta Bernardino, se recusou a dar detalhes da situação quando procurado pelo Portal Correio. A prefeitura não aceita essa justifica e nega que haja déficit na operação das linhas.

O prefeito disse que está cumprindo rigorosamente a parte contratual da Prefeitura de Campina Grande, lamentando, em contrapartida, a falta de transparência das empresas em relação a diversos aspectos, a exemplo de custos e quilometragem.

“Por isso, não vamos pagar um centavo a mais sem comprovação pública ou dados fornecidos unilateralmente pelas empresas. Só podemos pagar mediante o fornecimento de informações”, afirmou.

A Prefeitura de Campina Grande notificou a desobediência à liminar à Justiça e as empresas deverão ser multadas em R$ 20 mil por cada dia de descumprimento.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.