Início Justiça

Prisão de Coriolano Coutinho é mantida e não pode mais ser contestada

Confirmação de manutenção definitiva da prisão parte do Supremo Tribunal Federal (STF)
Coriolano Coutinho (Foto: Acervo/Jornal Correio da Paraíba)

A prisão de Coriolano Coutinho, irmão do ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, passa a ser definitiva, não cabendo mais recurso. Os dois são investigados na Operação Calvário, que apura desvios de R$ 1,1 bilhão na Saúde do Estado enquanto Ricardo era governador.

A confirmação de manutenção definitiva da prisão partiu do Supremo Tribunal Federal (STF), nessa quarta-feira (24), por meio da Certidão de Trânsito em Julgado referente ao habeas corpus apresentado pela defesa de Coriolano Coutinho.

O pedido da defesa para que Coriolano cumprisse prisão domiciliar alegava que ele tem problemas de saúde e estaria no grupo de risco de contrair Covid-19.

As informações foram adiantadas em primeira mão pelo repórter Thiago Morais, no Correio Debate, da Rede Correio Sat.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.