Início Notícias

Samu Patos apela para que só seja acionado em casos de maior urgência

Em virtude da falta de combustíveis para abastecimento de veículos nos postos da cidade de Patos e municípios circunvizinhos, consequência da greve dos caminhoneiros nas rodovias de todo país, as ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência de Patos (Samu) ficarão restritas a atender os casos de maior urgência.

Leia também:

“Apesar da falta de combustíveis na cidade, fizemos o reabastecimento de todas as ambulâncias e estamos intensificando o trabalho da regulação médica para garantir o atendimento à população”, disse o coordenador do Samu Patos, Wendel Palmeira.

O diretor ainda faz um apelo para que a população só acione o serviço só nos casos de maior urgência. “Pedimos a compreensão de todos para que os envios das ocorrências sejam, realmente, de casos que compreendem a complexidade de urgências maiores e emergências”, alertou.

O serviço do Samu é destinado a casos de urgência e emergência, como picos de doenças cardiológicas, respiratórias, neurológicas, metabólicas, psiquiátrica e casos gineco/obstétricos. Os atendimentos de origem traumática, como acidentes de trânsito, ferimentos por arma branca, ferimentos por arma de fogo e quedas também são atendidos.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.