Início Notícias

SES diz que subnotificação aumenta taxa de letalidade por coronavírus

A Paraíba registrou 79 casos de coronavírus, com 11 mortes, conforme divulgado nessa quinta-feira (9) pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Outros 770 casos foram descartados. Os dados permaneciam sem alteração até a publicação desta matéria, às 14h30 desta sexta (10). Sendo assim, a taxa de letalidade do vírus na Paraíba chegou a 13,92%, superior à nacional, que é de 5,3%. Os números locais, segundo o secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, devem cair com a confirmação de novos casos.

Leia também:

“A Secretaria de Saúde está realizando 120 exames por dia no Laboratório Central de Saúde Pública da Paraíba (Lacen). A tendência é que até terça (14) ou quarta (15) deve ser zerada a demanda por testes pendentes e devem aumentar os números de casos confirmados, fazendo com que a taxa de letalidade caia”, explicou o secretário.

Geraldo Medeiros indicou que, devido à falta de confirmações de casos da Covid-19, os dados atuais não correspondem necessariamente a uma maior letalidade na Paraíba. Ele também se queixa do atraso no envio de informações por parte de algumas secretarias municipais de Saúde.

“O Estado depende das secretarias municipais para que notifiquem os sistemas. Elas têm 24 horas para fazer isso, mas nem sempre respeitam este prazo. Se não alimentarem os sistemas com novos números, há o risco de ocorrer subnotificação, o que contribui para que a taxa de letalidade cresça.

A declaração do secretário diverge do que a SES havia afirmado no último dia 17 de março, quando, após questionamentos da população, sobretudo em redes sociais, a pasta negou que haveria subnotificação de casos do novo coronavírus na Paraíba.

Metodologia

O secretário de Saúde revelou que mesmo pacientes que apresentem sintomas leves são submetidos ao teste para detecção de coronavírus na Paraíba.

“Todos que apresentam síndrome gripal e necessitam de atendimento médico são testados. O teste é o RT-PCR, que consiste em colheita de secreções da nasofaringe. O resultado sai em menos de um dia. A tendência, a partir de agora, é que as notificações subam, a partir da liberação do Ministério da Saúde para o uso dos testes rápidos, que ainda precisavam de validação nacional.

Saiba mais sobre o novo coronavírus:

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.