Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Manuela D’ávila critica Temer e explica nome na delação da Odebrech

A deputada estadual Manuela D’Ávila (RS) foi a entrevistada desta terça-feira (6) do programa Correio Debate da rádio Correio Sat 98 FM, na série com possíveis candidatos à Presidência da República. A jornalista criticou a situação econômica do país e defendeu a resistência das mulheres, além de reprovar o presidente do Brasil. Segundo Manuela, Temer é “um homem sem caráter algum que firmou um compromisso e depois o rasgou”. Ouça a entrevista completa mais abaixo.

Leia também:

À 98 FM, Meirelles prevê melhora na economia do país
– Presidente nacional do PSDC confirma apoio a Cartaxo
Apesar de aliado, líder do PRTB não garante apoio a Azevêdo
– ‘Posso colaborar com oxigenação da política’, diz Valéria Monteiro

“O programa que Temer apresenta da Reforma Trabalhista e o Corte de Gastos era o programa da turma do Aécio. São dois golpes: o impeachment sem crime de responsabilidade e o outro golpe é o programa escolhido por 54 milhões de brasileiros ser rasgado por Temer na cara dura. Elegemos Temer como vice e isso demonstra mais ainda a falta de caráter porque ele traiu a presidente”, reclamou.

Ao ser questionada sobre o motivo pelo qual se candidatou, D’Ávila disse que foi para desenvolver o papel do Estado. “Eu me candidatei para debater saídas aos problemas que o Brasil vive. Acreditamos que a crise política e econômica são muito severas e punem a população. Queremos um debate sobre qual o papel do Estado, enfrentamento à violência urbana e educação, além de desenvolver o papel da mulher e da juventude para o Brasil”.

Manuela D’Ávila falou também sobre a decisão do TRF4, que manteve a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso triplex, no Guarujá (SP), sendo contra ao parecer. “Nós do PCdoB e de partidos de esquerda entendemos que a decisão do TRF4 foi política”, opinou.

A deputada foi questionada pelos apresentadores sobre o seu nome, que foi listado na delação da Odebrecht. “As pessoas que conhecem essa planilha sabem que não houve repasses ilícitos para mim, pois eu estava com crédito zero. Recebi repasse legais da empresa, conforme a nossa lei previa na época. É algo bastante tranquilo”.

A candidata à Presidência da República ainda confirmou que virá à Paraíba entre o fim de março e o início de abril.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.