LGBT

Sine-PB

Design

TV Correio

ipc-quer-retomar-atividades-nesta-quarta-feira
IPC espera retomar serviços nesta quarta (Foto: Nalva Figueiredo/Jornal Correio da Paraíba)

IPC planeja retomar serviços nesta quarta-feira

Justiça do Trabalho permitiu retorno do funcionamento do prédio do IPC em João Pessoa por 120 dias

525
COMPARTILHE

Após a Justiça do Trabalho ter decidido pela reabertura do Instituto de Polícia Científica (IPC) de João Pessoa, o órgão agora começa a se organizar para retomar os serviços que são oferecidos à população. A ideia é iniciar todos os trabalhos a partir desta quarta-feira (14).

De acordo com o diretor geral do IPC, Israel Aureliano, vários objetos do local tiveram que ser retirados por conta da interdição e precisam ser levados novamente ao prédio para que as atividades voltem a acontecer normalmente. Os serviços em questão são de identificação criminal de presos, perícias em local de crimes com mortes violentas, danos a veículos, arrombamentos e engenharia forense, além da emissão da carteira de identidade (RG).

“Agora estamos respaldado pela Justiça e vamos poder voltar normalmente às nossas atividades. Agora é preciso organizar de novo os trabalhos, trazer novamente o que foi retirado daqui. É mais uma questão de adaptar a realidade, mas espero que nesta quarta-feira comece a andar tudo normal”, explicou Israel.

Entenda o caso

Os problemas do IPC vieram à tona quando, no dia 2 deste mês, uma vistoria do Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) encontrou fossa e esgoto a céu aberto em salas de necropsia, fiação elétrica exposta, coletes a prova de balas vencidos no local e diversas outras irregularidades.

No dia 6, uma determinação do MPT-PB interditou o órgão por “grave e iminente risco de condições de trabalho do órgão”. A situação gerou atritos entre o Governo do Estado e o MPT-PB.

A interdição foi classificada como ‘caos que precede a ordem’ pelo presidente do Sindicato dos Peritos da Paraíba (Sindiperitos), Herbet Boson Teixeira Silva.

Após a interdição, os serviços de identificação criminal de presos, perícias em local de crimes como mortes violentas, danos a veículos, arrombamentos e engenharia forense, que eram realizados no prédio do IPC passaram a ser feitos provisoriamente na Academia de Ensino da Polícia Civil (Acadepol). Já os serviços de emissão de RGs continuam sem definição de quando voltarão a funcionar.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas